Comunidades do Bode e Brasília Teimosa recebem Laboratório de Projetos Culturais

O projeto é idealizado pelo Instituto JCPM e pela Proa Cultural

A formação vai acontecer na sede do Instituto JCPM em Recife

Jovens de duas comunidades ricas em cultura popular são o público-alvo do Laboratório de Projetos Culturais, oferecido gratuitamente pelo Instituto JCPM em parceria com a Proa Cultural.

A comunidade do Bode é a casa do Maracatu Nação Porto Rico, um dos grupos mais premiados do carnaval recifense, com mais de 100 anos de história. Já Brasília Teimosa, um símbolo vivo e pulsante de resistência política e cultural. Até 30 jovens moradores dessas comunidades, com entre 18 e 30 anos, vão participar da formação que vai de 21 de agosto a 13 de setembro.

O curso é dividido em dois módulos: “Desbravando o ambiente do mercado cultural” e ”Desenvolvendo projetos culturais sustentáveis”. Os instrutores André Lira e Izadora Fernandes vão abordar temas como identidade, pertencimento, liderança, construção das etapas de um projeto, fontes de financiamento e captação de recursos.

A formação é idealizada pelo Instituto JCPM de Compromisso Social e tem produção executiva da Proa Cultural. O Instituto atua junto aos jovens moradores do entorno dos empreendimentos do Grupo JCPM. E a Proa é uma empresa de Marketing Cultural e Projetos, embarcada no Porto Digital.

A prioridade de participação é de jovens que atuem em grupos culturais ou já trabalhem com cultura. Quem joga capoeira, faz artesanato, tem uma banda, faz grafitagem ou qualquer atividade similar é um ótimo candidato a uma vaga. As inscrições estão abertas até o dia 10 de agosto. Os interessados devem dirigir-se à sede do Instituto ou entrar em contato pelo telefone: (81) 3878.0001.