MinC destinará R$ 25 milhões em fomento ao audiovisual

O Ministério da Cultura (MinC), por meio da Agência Nacional do Cinema (Ancine), abre nesta terça-feira (2) as inscrições para a Modalidade C do Edital de Fluxo Contínuo de Produção para Cinema. A Chamada Pública é voltada para seleção de projetos que tenham como proponente produtora brasileira independente sediada nas regiões Norte, Nordeste, Centro-Oeste e Sul e nos estados de Minas Gerais e Espírito Santo. Também pode participar distribuidora brasileira independente sediada em qualquer região do Brasil, desde que o projeto inscrito seja de produtora sediada nas regiões listadas acima.

Serão destinados R$ 25 milhões para essa etapa, por meio de recursos do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA). Serão avaliados o diretor, o desempenho comercial e o histórico de entrega da produtora, a qualificação da distribuidora e o desempenho artístico.

Ao todo, o edital vai disponibilizar R$ 150 milhões, divididos em quatro modalidades, sendo que cada projeto poderá ser inscrito em apenas uma delas. A modalidade A, que já teve as inscrições encerradas no dia 18 de setembro, selecionou projetos de distribuidoras nacionais independentes, com destinação de R$ 55 milhões. O mesmo valor foi disponibilizado para a Modalidade B, voltado a produtoras brasileiras independentes de longas-metragens de ficção, documentário e animação.  As inscrições dessa etapa ocorreram em 25 de setembro. 

A Modalidade D, com inscrições previstas para 9 de outubro, destinará R$ 15 milhões à complementação de recursos de projetos que tenham como proponente produtora brasileira independente. Com base na pontuação final obtida, nas quatro modalidades, cada projeto será enquadrado em uma faixa de pontuação que dará direito a acessar diferentes tetos de valores, conforme a tabela abaixo:

Leia o edital aqui.

*Com informações da Assessoria de Comunicação do Ministério da Cultura